Início » Nutrição » Vitamina A
Nutrição

Vitamina A

A vitamina “A”, tanto na alimentação humana, como na alimentação dos animais, situa-se na alimentação de maior importância entre todas as vitaminas.

 

 

As vitaminas são compostos orgânicos necessários em pequenas quantidades e funcionam como um catalisadores ou reguladores metabólicos. O organismo recebe vitamina A da dieta de duas formas distintas: a vitamina A pré-formada e a pró-vitamina A.

 

A primeira é encontrada apenas em alimentos de origem animal, nas áreas de depósito, como o fígado, ou associada com a gordura do leite e ovos. No fígado e em óleo de peixes está presente em altas concentrações, enquanto no leite, seus derivados e ovos está presente em concentrações menores. As provitaminas são compostos que, no organismo, são transformados em vitaminas.

 

O que é a vitamina A ?

A vitamina A é um hidracarboneto poliênico que apresenta, nas extremidades da cadeia, anéis alfa ou beta-ionona, pertencentes ao grupo dos carotenóides.

 

Introdução

Considerando-se as necessidades vitamínicas de um animal, é preciso distinguir entre uma necessidade fisiológica e uma dietética. Todas as
vitaminas são requeridas fisiologicamente por animais superiores e desempenham um papel essencial no metabolismo (Swenson ; Reece, 1996).

A vitamina influência no processo metabólico de muitas células e uma função especifica no mecanismo da visão. A vitamina A atua na síntese de mucopolissacarídios via “sulfato ativo” e na síntese da corticosterona. Ela é essencial para a manutenção de animais adultos. Maiores quantidades de vitamina A são requeridas para o crescimento, reprodução e produção de leite.

 

guia veterinaria

“Ela Não Existe em alimentos de origem vegetal.”

 

Entretanto, as folhas verdes e alimentos de origem vegetal contêm substâncias agrupadas sob o termo “caroteno”, ou seja, pode haver conversão deste em vitamina A no organismo do animal.

 

Entendendo melhor:

O organismo recebe vitamina A da dieta de duas formas distintas: a vitamina A pré-formada e a pró-vitamina A. A primeira é encontrada apenas em alimentos de origem animal, nas áreas de depósito, como o fígado, ou associada com a gordura do leite e ovos. No fígado e em óleo de peixes está presente em altas concentrações, enquanto no leite, seus derivados e ovos está presente em concentrações menores. A segunda consiste nos carotenóides com atividade pró-vitamínica A, presentes principalmente nos alimentos de origem vegetal. (COSTA et al; 2001).

Uma vez que um alimento fonte de vitamina A é ingerido, os pigmentos carotenóides são absorvidos através da parede intestinal e convertidos ao
retinol ou vitamina A. O Retinol é transportado então pelo sistema linfático e pelo sangue ao fígado. Se houver algum retinol extra, será armazenado na gordura do fígado e sua reserva hepática pode prevenir a ocorrência da enfermidade durante vários meses, caso ocorra deficiência da vitamina na dieta. (HAYES, 1975; PUGH, 2004; SILVA, 2008).

O beta-caroteno é um dos muitos carotenóides precursores da vitamina A e, por isso, é designado pró-vitamina A, transportado no sangue primariamente pelas LDL. Antioxidante lipossolúvel, é um potente seqüestrador do oxigênio singlet (uma molécula altamente reativa capaz de ocasionar enormes danos celulares.), principalmente em baixas pressões de oxigênio (Batlouni, 1997). O beta-caroteno, largamente distribuído na natureza, confere às frutas e vegetais muitas de suas cores vivas. É encontrado principalmente na cenoura, tomate, pimentão vermelho e amarelo, brócolis, couve, espinafre, agrião, pêssego e mamão.

Importante Ressaltar:  Os gatos não podem tirar a vitamina A do beta-caroteno, como acontece com os cães e as pessoas; portanto, eles não podem obter sua vitamina A a partir dos vegetais, e os suplementos de vitamina A não podem ser à base de beta-caroteno.

 

A deficiência da vitamina A

A deficiência de vitamina  A pode ser causada pelo fornecimento insuficiente de vitamina na ração ou pela alteração na sua absorção intestinal.(RADOSTITS et al.; 2010).

 

Uma das mais importantes funções da vitamina A é sonservar sadias as membranas das mucosas do organismo, a fim de que elas possam resistir ás infecções. A falta desta vitamina pode determina doenças, como a deficiência da vitamina A.

Ela possui um papel importante no organismo como:

  • Visão: adaptação ao escuro.
  • Reprodução: síntese de certos hormônios.
  • Metabolismo: síntese de proteínas
  • Pele e pelos: regula o crescimento das células da epiderme e da produção de sebo. A vitamina A ajuda a combater a seborréia e a caspa que se forma depois de um prurido. Ela atua em sinergia com o zinco e os aminoácidos sulfurados.

 

Sintomas

Um dos primeiros sintomas da deficiência da vitamina A é a cegueira noturna ou incapacidade para enxergar à luz difusa. Animais que sofrem com a cegueira noturna restabelece-se com o fornecimento de vitamina A em suas rações.

Uma deficiência acentuada de vitamina A impede a reprodução , pois fêmeas alimentadas com rações mito deficientes em vitamina A podem não conceber, e quando conseguem geralmente nascem mortos ou tão fracos que logo vêm a perecer.  Machos podem ser afetados, através de sua fertilidade.

Geralmente outros sintomas são detectados como:

  • Perda de apetite;
  • Diminuição de crescimento;
  • Aumento da susceptibilidade às infecções;
  • Problemas de pele (pele seca, atrofia das glândulas sebáceas);
  • Anomalias na reprodução;
  • Maior sensibilidade a infecções e complicações pulmonares;
  • Morte.

vegetais-caesTratamento

Os animais com deficiência de vitamina A curável devem ser tratados imediatamente com vitamina A em dose que equivale entre 10 e 20 vezes as
necessidades diárias de manutenção. A dose usada é de 440 UI/kg PC.

Em casos graves, a resposta ao tratamento é geralmente rápida e completa, porém a doença pode ser irreversível em casos crônicos. Animais que apresentam a forma ocular da deficiência e que são cegos não respondem ao tratamento, devendo ser sacrificados. OS cães utilizam o caroteno eficientemente, porém, o gato é incapaz de fazê-lo. Sendo assim, o gato conta com a forma da vitamina A armazenada, disponível em produtos de origem animal ou de peixe, como fígado ou óleo de
fígado de peixe. ( HAYES, 1975).

Os casos clínicos espontâneos de deficiência de vitamina A em cães e gatos não são freqüentes, isto se deve ao fato da maioria de cães e gatos
serem alimentados com rações ou alimentos industrializados que contêm suplementos adequado de vitamina A. (HAYES, 1975; NELSON ; COUTO, 2010; ETTINGER ; FELDMAN, 2004) .

 

 

Referência Bibliográfica

 

ETTINGER, S.J.; FELDMAN, E. C. Tratado de Medicina Interna Veterinária. 5ed. Rio de janeiro: Guanabara Koogan, 1038, 2004.

HAYES, K. C. Vitamina A. Escola de Saúde Pública, Universidade de Harvard : Massachusetts, Ralston Purina Co, 1975.

RADOSTITS, O. M.; GAY, C. C.; BLOOD, D. C.; HINCHCLIFF, K. W. Clínica Veterinária: Um Tratado de Doenças dos Bovinos, Ovinos, Suínos,
Caprinos e Eqüinos. 9ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p.1737, 2010.

SWENSON, M. J.; REECE,W.O. Dukes Fisiologia dos Animais Domésticos – Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p.856, 1996.

About the author

Mariana Marinho

Blogueira, empreendedora e estudante de veterinária. Fundadora do Guia Veterinária e Colunista/partner do blog Coisa útil.

Add Comment

Click here to post a comment

Facebook

Guia Veterinária

1 week 5 days ago

Feliz dia do Médico veterinário!!!

Feliz dia, médicas veterinárias e médicos veterinários! E parabéns também para os futuros profissionais dessa área linda ❤

Guia Veterinária

3 months 2 weeks ago

#dicadeinverno
#eukanuba

Independente do tamanho da pelagem, os cães sentem frio da mesma forma. 😉 Tenha em mente essas 5 dicas para proteger o seu cão no Inverno:

🐶 Tenha a vacinação do seu cão em dia, isso evitará que ele tenha doenças virais na época em que isso acontece com mais frequência. 🐶

🐶 Cheque a temperatura do focinho, patas e cauda. Se estiverem frios, significa que estão perdendo temperatura. Os aqueça com uma caminha e cobertor bem quentinhos. 🐶

🐶 Dê banhos mornos ou quentes, e seque muito bem. 🐶

🐶 Evite a tosa durante esse período para que eles se mantenham mais protegidos. 🐶

🐶 Escolha o horário mais quente do dia para passear com o seu cão extraordinário. 🐶

#LegendaAcessível (disponível para pessoas que usam tecnologia de assistência): filhote de Jack Russel deitadinho com uma toalha rosa o envolvendo.

Inline
Inline